segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Na verdade...



Autoria:Clarissa Corrêa

Na verdade eu não tenho muito para lhe oferecer

Não possuo nada de extraordinário

Não sou um gênio Não tenho um coração livre de impurezas

Não sou dona da beleza mais magnífica do planeta

Na verdade posso não ter o suficiente para lhe ofertar

Apenas a minha visão sobre o amor e o mundo e as noites

Apenas as minhas mãos suaves e macias e claras

Apenas a minha alma transparente e rosa

Apenas a minha boca cor de maçã e suave

Apenas o que é meu e posso lhe doar, sem pedir nada em troca:

Meu amor.
 (pode não ser o suficiente, talvez seja o melhor que há.)

*Trecho de um texto.

domingo, 18 de outubro de 2015

Top 5 filmes Drew Barrymore

Drew Blyth Barrymore,nasceu em Culver City no dia 22 de fevereiro de 1975,
é atriz,produtora e direto norte-americana,apareceu na tv pela primeira vez ao onze meses de vida
de deis de então não parou mais e da pra ver porque né?

1-Afinado no amor.

Em 1985 Robbie Hart (Adam Sandler), que sempre sonhou ser compositor, vive como um cantor de casamentos. Ele conhece a garçonete Julia Sullivan (Drew Barrymore) em um casamento, logo se sente atraído, mas mantém distância pois em uma semana se casará com Linda (Angela Feathestone). Robbie acaba abandonado no altar, descobre que o noivo de Julia é infiel e decide fazer o possível para conquistar a mulher que ama.

2-Os garotos da minha vida.

Nos anos 60, Beverly D'Onofrio (Drew Barrymore) é uma garota que vive em uma cidade do interior dos Estados Unidos e sonha em chegar à universidade e tornar-se uma escritora. Porém, seus planos são subitamente interrompidos quando, aos 15 anos, ela fica grávida de Ray Murphy (Steve Zahn), um motoqueiro que conheceu há apenas poucas semanas. Com medo de que sua filha se tornasse mãe solteira, os pais de Beverly a obrigam a se casar com Ray e abandonar os estudos para cuidar da criança. Mas Beverly não desiste de seu sonho e, após enfrentar alguns erros e obstáculos, busca enfim realizá-lo.

3-Nunca fui beijada.

Josie Geller (Drew Barrymore) tem apenas 25 anos, mas já é uma das editoras do Chicago Sun Times. Ela é boa no seu trabalho, e Rigfort (Garry Marshall), o proprietário do jornal, quer que ela se disfarce de estudante e faça uma reportagem investigativa sobre o que acontece no meio estudantil. Inicialmente, fica animada, mas ao se lembrar de como era impopular na sua época de colégio, tanto que era chamada de Josie Nojenta, fica preocupada sobre como se infiltrará entre os estudantes, pois se sua técnica não der certo provavelmente será despedida. E tudo caminha para este desfecho, pois tirando Aldys (Leelee Sobieski), uma aluna, e Sam Coulson (Michael Vartan), um professor, parece que ninguém lhe dá atenção. Josie precisa bolar um plano rapidamente, pois está sendo pressionada no jornal e seu tempo para entregar a matéria está acabando.

4-Para sempre Cinderela.


A rainha da França solicita a presença dos Irmãos Grimm no palácio e lhes conta que gosta muito da obra deles, mas que ficou espantada em como foi contada a história de Gata Borralheira. Assim, decide lhes narrar o que realmente aconteceu na França do século XVI, quando Danielle de Barbarac (Drew Barrymore), sua tataravó, que ficou feliz aos oitos anos quando seu pai (Jeroen Krabbé), um aristocrata viúvo, se casou novamente com uma baronesa (Anjelica Huston), pois assim ela ganhou uma mãe e duas irmãs no mesmo dia. Mas a sonhada felicidade durou muito pouco, pois logo depois seu amado pai morreu subitamente e a madrasta, que ela desejava que fosse a mãe que nunca tivera, passa a tratá-la como uma criada. Uma das filhas da baronesa é bondosa e não concorda com várias atitudes da mãe, mas por outro lado a outra filha é bastante egoísta e só pensa em se casar com o príncipe herdeiro (Dougray Scott). Para isto ela tem total apoio da mãe, que está disposta a conspirar, mentir e fazer o necessário para ver sua filha como a futura rainha. Mas ela precisa agir rápido, pois o príncipe conheceu Danielle e os dois estão apaixonados, com os sonhos de grandeza da baronesa podendo serem frustrados, pois sua enteada e o príncipe estão sendo aconselhados por ninguém menos que Leonardo da Vinci (Patrick Godfrey).


5-Como se fosse a primeira vez.


Henry Roth (Adam Sandler) é um veterinário paquerador, que vive no Havaí e é famoso pelo grande número de turistas que conquista. Seu novo alvo é Lucy Whitmore (Drew Barrymore), que mora no local e por quem Henry se apaixona perdidamente. Porém há um problema: Lucy sofre de falta de memória de curto prazo, o que faz com que ela rapidamente se esqueça de fatos que acabaram de acontecer. Com isso Henry é obrigado a conquistá-la, dia após dia, para ficar ao seu lado.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Nova perspectiva


É curioso como a gente muda com o tempo,
eu sei que mudei bastante e não para nunca de mudar,
trocar de casca,de forma,de ideias,de sonhos e de perspectivas.
Antes o que parecia o fim do mundo agora eu vejo
como algo possível de se resolver.
Eu mudei minhas prioridades também o que
eu mas dava valor era o que eu menos precisava
e o que eu realmente precisava eu colocava em segundo
plano como se sempre fosse ter ,mas aprendi de um jeito
nada bom que se perde sim,
tudo que não damos valor acabamos perdemos.
Percebi só agora que não adianta viver com pressa e
que ao mesmo tempo não se deve esperar que nada caia
do céu,de lá só vem a chuva mesmo,
a doce confussão da juventude enfim está passando,
agora vem o medo da vida de adulto,da infinita corrente
de possibilidades que me atordoa,
Eu sou quem eu quero ser?
se não sou como chegar lá?
estou onde devo estar?
As perguntas não param só mudam
conforme a gente cresce.
nem pareço mais aquela criança sapeca que tinha na ponta da linguá
o que seria quando crescesse,
pra ela era tudo preto no branco,
só que agora eu vejo o complexidade de tudo,
Acho que viver é a viagem mas louca que iremos ter
em busca de respostas pra nossas duvidas, de um sentido,
mas acredito que quando enfim chegar lá,
quanto tiver todas as respostas vou notar que
não vai ter importância,porque a graça de tudo está
no percurso...


terça-feira, 13 de outubro de 2015

Minhas apresentações favoritas em Nashville



Bom que acompanha aqui sabe que eu assisto e gosto muito da serie
Nashville que agora voltou com tudo na 4 temporada então resolvi compartilhar
as  apresentações que mais me encantaram até agora,vai que você se empolga também?


1-Scarlett and Gunnar "I will never let you know''


2-Luke and Sadie '' I can´t help my heart''


3-Layla Grand ''Blind''


4-Juliette Barnes ''Don´t put dirt on my grave''


5-Avery and Juliette '' Everything Ill ever need''


6-Scarlett and Gunnar ''Longer''


7-  Jade St Jones ''Shotgun''



segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Inspiração fotografica:''Dia das crianças''

Minhas inspirações dessa semana são tudo sobre a melhor fase da vida,
a doce infância,onde tudo era mais bonito,e tudo era possível,
a fase da vida onde feridas se curavam com beijinho,e dormir na cama dos nossos 
pais era o mesmo que dormir dentro de um c
ofre blindado nada podia nos atingir ali,
Se tem uma lição da infância pra se levar pra vida toda,
é que devemos ver a vida com a leveza de uma criança e continuar nos apaixonando pelas coisas 
pequenas e belas da vida, a perdoar com facilidade e ser quem realmente quer ser
Feliz dia das crianças pra você,criança ou não!!

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Sobre Séries:Humans







Sinopse:

A série apresenta uma versão paralela da sociedade atual,
onde o sonho de consumo de todas as famílias é ter o "Synth", um robô de alta tecnologia
e incrivelmente semelhante aos seres humanos.
A trama acompanha como a rotina da população é afetada a partir das presenças de tais "equipamentos.

Minha opinião:
Assisti essa serie sem pretensão nenhuma sem ter ouvido falar em nenhum lugar
mas deu certo porque me pegou de jeito!

Vou tentar não dar nenhum spoiler ok?
A Serie fala sobre um universo onde os sintéticos (com são chamados) são criados pra
fazer o trabalho braçal que os humanos não querem mais fazer eles são faxineiros,cuidador de idosos,
call center e por ai vai...
Mas isso começa a levantar vários questionamentos porque alguns humanos se sentem desvalorizados
já que as maquinas fazem tudo o que um humano faz só que melhor.
Sem falar que toda população acaba tendo pelo menos um sintético pra fazer os serviços domésticos.

No começo da trama você vai conhecendo melhor a história de Mia (Anita),Niska,Leo,Max e Fred,
principalmente de Mia que vai parar em uma casa de família que começa a achar estranho o comportamento dela,também existe outras histórias paralelas que dão uma certa aliviada na tensão
da história,que desenrolada aos poucos...
Alias não se surpreenda se acabar assistindo a temporada toda de uma vez porque além de ter
só 9 episódios,eles sempre acabam deixando um gostinho de quero mais,
Enfim já estou louca pela segunda temporada!!!!



sexta-feira, 2 de outubro de 2015

E eu que pensei que tinha te esquecido


E eu que pensei que tinha te esquecido,que tinha superado de vez,
Mas ainda me pego pensando em tudo o que não conseguimos ser,
Eu que pensei que estava tudo ok,mas ficava sempre melancólica
ao ouvir alguma musica que marcou nossa história,
Eu que pensei ser forte mas mantive muitas pessoas longe de mim
com medo de baixar a guarda e me ferir.


Não estava nas minhas mãos resolver tudo talvez nem na sua,
talvez não haja culpados...
Eu que passei tanto tempo tentando não pensar em você
pra não sentir dor,depois de todo esse tempo percebi que é
melhor viver o luto do que passar o resto  da vida fingindo
não sentir nada.
Então eu deixei todos os sentimentos virem a tona,
e ouvi todas as musicas sobre corações partidos que
encontrei.
Nesse processo eu encontrei um ombro amigo que fez
muita diferença eu levantei minha cabeça e voltei a olhar
pro mundo com novos olhos,
E sabe de uma coisa? ainda não te esqueci mas já não dói
tanto e tudo um processo não é?
Me sinto numa reabilitação,tentado superar o vicio
de você mais um dia eu chego lá,
Um dia de cada vez....