quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo

Autoria:Marcel Henriques

Não é estranho?
Passar todos os dias do ano,365 dias
esperando pra renovar sua esperança,
52 semanas de expectativa aguardando o futuro.
Me questiono ,mas é um ano novo,tudo novo.
Mas amanhã também não é um dia novo?
Outro mês também não é um mês novo?
Ou até mesmo a semana que vem não é inédita?
Pra que esperar todo esse tempo pra ter esperança
por algo melhor,pra aquecer uma paixão,pra tentar
um novo amor,pra procurar emprego,para parar de fumar,
Ano Novo é somente um ano novo,nada mais,
porque não podemos fazer isso em um dia
novo,uma semana nova ou até mesmo em uma nova hora?
Se na passagem do ano vários problemas somem,
pessoas chegam a chorar,é tudo
muito emocionante,Ano Novo,vida nova.
Vamos começar de novo,mais um ciclo,
mais um volta da terra em torno do seu próprio
eixo,renove sua vida a cada noite,durma uma pessoa
e acorde outra.
Nada é tão bom quanto a emoção do novo,
tente isso todo dia!

Feliz Ano Novo!!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Retrospectiva do blog 2014


Não sei você,mas eu achei que esse ano passou rápido demais,não deu pra fazer quase
nada e o ano já está no fim,então resolvi relembrar aqui alguns textos
que de certa forma mexeram comigo,e conseguiram um lugarzinho no meu coração,
textos que vieram em momentos diversos e as vezes em horas pouco apropriadas,
mas me considero presenteada por eles,nem tudo que escrevo é sobre mim mas há
um pouco de mim em tudo o que escrevo...então vamos lá.
Se você já viu pode ver de novo e se você chegou agora
é uma ótima oportunidade de ver o que rolou aqui,
Deis de já agradeço a todos vocês que passaram por aqui esse ano
e todos que deixaram comentários,foram de grande incentivo pra mim,
Obrigada!

1-Corações Selvagens

2-Até me encontrar

3-Quando chegamos ao fim?

4-De Susana para Eleonora

5-O mergulho

6-Para a garota de 15

7-Lado a lado

8-Definitivamente eu preciso te ver

9-Um coração batendo no mundo

10-Não se apaixone por mim

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

O Natal


Autoria:Augusto Branco

Ouvi dizer que o Natal perdeu seu significado,
Que deu lugar ao consumismo,
Árvores de Natal e Papai Noel.

Mas eu prefiro lembrar que neste Natal,
Por conta dos empregos temporários,
Muitas pessoas puderam resgatas um pouco
de sua dignidade.

E que por conta do dinheirinho extra que
receberão,
Muitos pais e mães de família poderão
oferecer uma mesa mais farta aos seus filhos.

Prefiro lembrar que
por conta das Campanhas de Solidariedade
feita nesta época
algumas crianças ganharão ,sim
algum brinquedo.

E que você...
Você poderá dar aquele abraço nas
pessoas que você gosta,
Mas que ''por falta de motivo'' pra abraçar,
Ficou contido até agora...

E,talvez,neste momento perceba que,
bem ou mal,
No Natal,o amor está em toda a parte!

Mas,se ainda assim,você não quiser
celebrar essa data
Não tem problema:
Quero te convidar a viver com o Espirito
do Natal
Todos os dias!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Clarice


Autoria: Clarice Lispector

''Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras.
Sou irritável e fico facilmente.
Também sou muito calmo e perdôo logo.
Não esqueço nunca.
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.
Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir,
de entrar em contato...
Ou toca, ou não toca.
Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
depende de quando e como você me vê passar.''

''Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas,
das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas,
dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes…
tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco que eu vou dizer:-
E daí? Eu adoro voar!
Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou.
Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre''

'Meu Deus, me dê a coragem de viver trezentos e sessenta e cinco dias e noites, todos vazios de
Tua presença.
Me dê a coragem de considerar esse vazio como uma plenitude.
Faça com que eu seja a
Tua amante humilde, entrelaçada a
Ti em êxtase.
Faça com que eu possa falar com este vazio tremendo e receber como resposta
o amor materno que nutre e embala.
Faça com que eu tenha a coragem de
Te amar, sem odiar as
Tuas ofensas à minha alma e ao meu corpo.
Faça com que a solidão não me destrua.
Faça com que minha solidão me sirva de companhia.
Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
Faça com que eu saiba ficar com o nada e
mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo.
Receba em teus braços meu pecado de pensar''.

'''Porque se olhares em mim verás...não sou tão má quanto pensas;
apenas não sou tão corajosa como imaginas...
pareço forte mais no fundo sou fraca fera porém sou bela,
 às vezes chata mais no meu íntimo há sentimentos diversos;
pareço metida porém se olhares em meu semblante com seu coração
verás apenas humildade; calma sempre...
posso até parecer solitária ...
é que realmente tenho poucos amigos...
a diferença é que os poucos que tenho não valem metade de um seu ..
.pense nisso!
depois me julgue.
lembre-se que se me julga pela aparência...
sou apenas o reflexo de sua ignorância''

''Renda-se, como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.
 Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso.
Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro''.

''Minha força está na solidão.
Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem de grandes ventanias soltas,
pois eu também sou o escuro da noite''.


''Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas
do que é passível de fazer sentido.
Eu não: quero uma verdade inventada''.


'Renda-se como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Eu sou uma pergunta.
 Abro o jogo!
Só não conto os fatos de minha vida: sou secreta por natureza. Há verdades''

''Minha alma tem o peso da luz.
Tem o peso da música.
Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.
Tem o peso de uma lembrança.
Tem o peso de uma saudade.
Tem o peso de um olhar.
Pesa como pesa uma ausência.
E a lágrima que não se chorou.
Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros''.

Pena que foi tarde

É engraçado,as pessoas percebem as coisas sobre nós muito antes da gente,
e nós que somos os realmente interessados só nos damos conta bem depois,
e as vezes já não adianta mais saber...

Sua irmã me encontrou outro dia,perguntou se eu estava bem e conversamos
por um bom tempo,só amenidades e entre um assunto e outro ela disse
que você me amava,falou de uma forma tão banal como se fosse a coisa mais obvia,
na hora disfarcei e mudei de assunto mas depois fiquei remoendo meu baú de lembranças
em busca de algo que provasse o que ela disse,acho que sou muito tapada porque não
encontrei nada,
Fomos amigos durante todo o colegial,depois nos afastamos um pouco,mas nunca
pra muito longe,sempre tinha o tempo pra nós encontramos e tínhamos tantas piadas
internas,eramos um trio eu você e o Benjamin,
Até que num certo sábado a noite,depois da faculdade nos encontramos por acaso
em um bar,entre gargalhadas acabamos nos beijando,
passamos alguns meses incríveis juntos e então você se foi...
Está vendo não consigo ver o amor ai,você acabou voltando com a sua ex fútil e eu
foquei minhas energias em outras coisas e depois de uma madrugada inteira pensando
sobre isso resolvi te perguntar via whatsapp.

''...Deis de quando você gosta de mim?

-Como você descobriu isso assim do nada?

-Olha não importa como eu descobri só me fala ok?

-Bom,vai ser embaraçoso mas se quer saber acho que me apaixonei por você
quando tínhamos uns quinze anos e fugimos de casa pra ver nossa banda favorita
tocar ao vivo,não sei... enquanto a musica tocava eu não conseguia pensar em nada além
de beijar você mas não fiz nada,logo depois namorei uma garota bem parecida com você
nem sei como não percebeu,ela tinha os mesmos cabelos e a cor dos olhos,
passou um tempo e eu esqueci,tinha tanta coisa acontecendo,
passou alguns anos e eu te vi no hospital naquela vez que você ficou mal,
Você nem ficou sabendo mais eu fui te visitar e olhando você ali
dormindo, tudo meio que voltou todos aqueles sentimentos que eu fazia questão
de não pensar depois quando nos encontramos  naquele bar não foi acaso
eu meio que planejei aquilo,eu já te amava,e então resolvi tentar a sorte e deu certo
foi incrível tudo que veio depois  mas como você não quis levar a coisa
mais a serio eu desisti,hoje eu acho que foi a coisa mais idiota que eu fiz na vida.

-Você sabia que não era um bom momento pra mim,esperou por todo esse tempo,
mas não pode esperar um pouco até as coisa na minha vida entrarem nos eixos?

-Você me parecia certa no que dizia e...

-Agora não importa mais,então espero que tenha feito a coisa certa,
foi bom ouvir tudo isso de você,mas pena que foi tarde...''


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

About love



Autoria:Sara Westphal

Amor só é grande quando se já repartiu todos os sonhos

dividiu os planos,

Quando já se entregou a senha e a chave de casa,

Amor pra mim é das coisa imensas,

Dos oceanos,desejos,constelações e galáxias.

Não vejo graça em dosar apoio,em poupar presença,

em guarda carinho.

Deixo para as estatísticas todas as casa decimais.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Um pouco de Fernanda Mello


Eu sempre amei a letra da musica ''Só hoje'' do Jota Quest
até que descobri que ela foi feita pela mineira Fernanda Mello,
ai começou o meu amor pelos seus lindo textos que sempre
despertam uma identificação instantânea,então resolvi colocar
só um aperitivo aqui do que a ''Princesa de rua'' já fez.
Se você ficar com um gostinho de quero mais é só clicar Aqui!!

''As nossas escolhas nos fazem e a consequência dos atos é que nos define. Para o bem. Ou para o mal.'' 

 ''Não precisa gostar de mim se não quiser. Mas não me faça acreditar que é amor, caso seja apenas derivado.'' 

 ''Já que a semana está em branco e um novo dia sorri, vamos escrever a vida. Sem medo. Sem aquela expectativa surreal de ter-que-fazer-perfeito. Sem aquela cobrança de fazer tudo o que queremos (e não o que precisamos). Que tal pararmos de pular a primeira página pra treinar a letra ideal? Vamos escrever do jeito que for, afinando e desafinando, errando e acertando e - sempre - amando e aceitando o melhor e o pior que existe em nós. Afinal, cada dia é um novo ano. E a gente merece ser feliz e recomeçar sempre.''

“Mas tudo na vida é escolha. E aprendizado. Cada um escreve à sua maneira e tem alguém por aí que pode ser capítulo. Ou introdução. Depende do espaço que você dá. E de como alguém vai escrever história em você.” 

Eu quero alguém que divida o chão comigo. Quero alguém que me traga fôlego. Quero dormir e quando acordar ver que (aconteça o que acontecer), tudo vai estar em seu lugar. Sem ansiedades. Sem montanhas-russas. Não existe nada mais contestador do que amar uma pessoa só. Amar é ser rebelde. É atravessar o escuro. 

''E passamos a vida tentando, querendo, sonhando, esperando, num gerúndio sem fim, sem charme e sem nenhuma certeza no final. Ah, para tudo! Se é pra viver, vamos viver direito. Com conteúdo. Troque o verbo, mude a frase, inverta a culpa. O sujeito da oração é você. A história é sua, mãos à obra! Melhore aquele capítulo, jogue fora o que não cabe mais, embole a tristeza, o medo, aceite seus erros, reescreva-se. Republique-se. Reinvente-se. E transforme-se na melhor edição feita de você''.

''Não gosto de café morno, de conversa mole, nem de noite sem estrela. Sou bem mais feliz que triste, mas às vezes fico distante. E me perco em mim como se não houvesse começo nem fim nessa coisa de pensar e achar explicação pra vida. Explicação mesmo, eu sei: não há''. 

''A felicidade mora num mundo pequeno seu e não naquele grande que faz você se perder demais. A felicidade é simples, e quando você descobre isso, ela deixa de ser uma espera e passa a ser um minuto, um segundo. E é de minutos e segundos que se faz a vida."

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Você não estava nos meus planos

 '' A vida é o que lhe acontece,
quando você está  ocupado fazendo outros planos''
John Lennon


Foi só uma conversa banal entre dois estranhos,
algo corriqueiro na vida de alguém que corre demais,
Ouve gargalhadas,trocas de experiencias,de musicas.
Não era pra passar disso,afinal essa histórias bonitinhas
de amores e encontro do destino só existe nos livros né?
Mas depois de algumas semanas o desejo de se verem ainda
ardia forte,o papo ainda fluía de um jeito quase cósmico,
Mas o que é isso afinal? não estava na agenda se apaixonar,
pelo cara que conheceu por acaso num café,
Ele não planejou ocupar sua mente cheia de ideias
e informações com pensamento românticos que envolvem
uma certa garota de cabelo castanho e uma incrível playlist.
Não estava nos planos sair correndo de uma reunião
de trabalho,cruzar a cidade só porque ele achou uma lugar
onde se faz a melhor torta Cheesecake da cidade.
Não é normal ele desligar seu celular e se desconectar
do mundo pra fazer um road trip com ela pelas cidades
vizinhas
Mas sim tudo ficou meio fora do habitual,as poucas
horas de conversa deram lugar a fins de semana regados
a muito comida boa,beijos infinitos e estrelas.
E não me surpreenderia se isso resultasse em um
aluguel em conjunto,contas a dividir,e planos pro
futuro,
Planos...as melhores coisas acontecem sem se planejar,
quando não se espera, e que bom que é assim

Texto de Mess Meister

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Amor ao proximo

''Se você der um pouco de amor,pode receber um pouco de amor de volta''

Vejo muita gente reclamando,dizendo que ninguém se importa com ninguém,mas fico
pensando,essa pessoa já fez a parte dela já fez algo por alguém
 ou só espera que os outros façam algo de bom por ela?
Porque não dar o primeiro passo pro mundo que queremos?

Então deixei esse vídeo pra quem sabe inspirar você ai do outro lado
a praticar o bem a alguém...


domingo, 7 de dezembro de 2014

5 filmes pra assistir nesse domingo


Olá,sem nada pra fazer nesse domingo?
não se desespere,que tal preparar um bom balde de pipoca
e conferir esses filmes comigo?

1-Chef

Após perder o seu emprego como chef de um restaurante, Carl (Jon Favreau) decide abrir um trailer de comida para recuperar seu instinto criativo, ao mesmo tempo em que busca se aproximar da sua família.

2-Mesmo se nada der certo.


Uma cantora (Keira Knightley) se muda para Nova Iorque, mas logo após chegar no local, seu namorado americano decide terminar o relacionamento. Em plena crise, ela começa a cantar em bares, até ser descoberta por um produtor de discos (Mark Ruffalo), certo de que ela pode se tornar uma estrela.

3-Guardiões  das galaxias

Em uma Terra alternativa do século XXXI, o aventureiro Peter Quill (Chris Pratt) rouba uma esfera pertencente ao poderoso vilão Ronan, e passa a ser procurado por vários caçadores de recompensas. Para escapar ao perigo, ele une forças com quatro personagens fora do sistema: Groot, uma árvore humanóide (Vin Diesel), a sombria e perigosa Gamora (Zoe Saldana), o texugo rápido no gatilho Rocket Racoon (Bradley Cooper) e o vingativo Drax, o Destruidor (Dave Bautista). Mas Quill descobre que a esfera roubada possui um poder capaz de mudar os rumos do universo, e logo o grupo deverá proteger o objeto para salvar o futuro da galáxia.

4-O doador de memórias

Uma pequena comunidade vive em um mundo aparentemente ideal, sem doenças nem guerras, mas também sem sentimentos. Para tanto uma pessoa é encarregada a armazenar estas memórias, de formar a poupar os demais habitantes do sofrimento e também de guiá-los com sua sabedoria. De tempos em tempos esta tarefa muda de mãos e agora cabe a um jovem (Brenton Thwaites), que precisa passar por um duro treinamento para provar que é digno desta tarefa.

5-A bela e a fera


No ano de 1810, um naufrágio leva à falência um comerciante (André Dussollier), pai de três filhos e três filhas. A família se muda para o campo e Bela (Léa Seydoux), a filha mais jovem, parece ser a única a se entusiasmar com a vida rural. Quando o pai de Bela arranca uma rosa do jardim de um palácio encantado, ele é condenado à morte pelo dono do castelo, um monstro (Vincent Cassel). Para salvar a vida do pai, Bela vai jantar com o mostro diariamente. Lá, encontra uma vida cheia de luxo, magia e tristeza e aos poucos descobre o passado da Fera. O monstro se sente cada vez mais atraído pela jovem moça, que usará de toda a sua coragem para destruir a maldição que atormenta seu estranho admirador.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

15 coisas que você deve começar a fazer por si mesmo.

Olá,eu não se se você conhece o site Awebic,mas se não conhece está perdendo
tempo,há muitas coisas legais e videos fofos lá e foi numa dessas minhas visitas
que encontrei o tema desse post,
No site são 30 coisas que você deve começar a fazer por si mesmo
mas eu resolvi colocar as que eu mais me identifiquei,
se você ficou curiosa e quiser ver as outras é só clicar Aqui!

1-Comece a enfrentar seus desafios de frente

Não são os seus problemas que definem você, mas como você reage e se recupera deles. Os problemas não vão desaparecer se você não agir. Faça o que você puder, quando puder, e reconheça o que você fez. É uma questão de dar passos de bebê na direção certa, centímetro por centímetro. Estes centímetros contam, eles somam metros e quilômetros a longo prazo.

2-Comece a ser honesto com você mesmo sobre tudo


Seja honesto sobre o que está bem, assim como sobre o que precisa ser mudado. Seja honesto sobre o que você quer alcançar e quem você quer se tornar. Seja honesto com todos os aspectos da sua vida, sempre. Porque você é a única pessoa que você sempre pode contar. Procure a verdade na sua alma, para que você realmente saiba quem você é. Quando você fizer isso, você terá uma melhor compreensão de onde você está agora e como você chegou aqui, e você estará melhor equipado para identificar onde você quer ir e como chegar lá. Leia O Caminho Menos Percorrido.

3-Comece a ser você mesmo, genuinamente e orgulhosamente 

Tentar ser qualquer outra pessoa é um desperdício da pessoa que você é. Seja você mesmo. Abrace essa pessoa dentro de você, que tem ideias, força e beleza como ninguém. Seja a pessoa que você sabe que você é – a melhor versão de você – do seu jeito. Acima de tudo, seja fiel a VOCÊ, e se seu coração não quiser fazer algo, então não faça.

4-Comece a prestar atenção e viver no presente 

O agora é um milagre. Agora é o único momento garantido para você. Agora é a vida. Então pare de pensar em como as coisas vão ser ótimas no futuro. Pare de ficar pensando sobre o que você fez ou deixou de fazer no passado. Aprenda a ficar no “aqui e agora” e experimentar a vida enquanto ela está acontecendo. Aprecie o mundo pela beleza que ele possui nesse momento.

5-Comece a valorizar as lições que seus erros ensinam 

Tudo bem errar. Os erros são os degraus do progresso. Se você não está falhando de vez em quando, você não está se esforçando o suficiente e você não está aprendendo. Assuma riscos, tropece, caia, e, em seguida, levante-se e tente novamente. Aprecie que você está se esforçando, aprendendo, crescendo e melhorando. Conquistas significativas são quase invariavelmente realizadas no final de um longo caminho de fracassos. Um dos “erros” que você teme pode ser apenas o elo para o seu maior feito na vida.

6-Comece a ser mais gentil com você mesmo 

Se você tivesse um amigo que falasse com você da mesma forma como, às vezes, você fala com você mesmo, quanto tempo você permitiria que essa pessoa fosse sua amiga? A maneira como você se trata estabelece o padrão para os outros. Você deve amar quem você é ou ninguém mais irá.

7-Comece a dar uma chance para as suas ideias e sonhos

Na vida, raramente é sobre ter uma oportunidade, mas sim sobre se arriscar. Você nunca vai estar 100% certo que vai funcionar, mas você sempre pode estar 100% certo que não fazer nada não vai funcionar. Na maioria das vezes você só precisa ir em frente! E não importa o resultado, sempre acaba do jeito que deveria ser. Ou você tem sucesso ou você aprende alguma coisa. De qualquer jeito, você ganha.

8-Comece a acreditar que você está pronto para a próxima etapa 

Você está pronto! Pense nisso. Você tem tudo que você precisa agora para dar o próximo passo adiante, pode ser pequeno, mas deve ser realista. Então abrace as oportunidades que surgem em seu caminho, e aceite os desafios – eles são presentes que irão ajudá-lo a crescer.

9-Comece a dar uma chance às novas pessoas que você encontra

 Parece desagradável, mas você não pode manter cada amigo que você já fez. As pessoas e suas prioridades mudam. Assim como alguns relacionamentos vão desaparecer, outros vão crescer. Aprecie a possibilidade de novas relações enquanto você naturalmente larga mão das antigas que não funcionam mais. Confie em seu julgamento. Abrace novas relações, sabendo que você está entrando em território desconhecido. Esteja pronto para aprender, esteja pronto para o desafio e esteja pronto para encontrar alguém que pode mudar sua vida para sempre.

10-Comece a competir contra uma versão anterior de você mesmo

 Seja inspirado pelos outros, aprecie os outros, aprenda com os outros, mas saiba que competir contra eles é um desperdício de tempo. Você está em competição com uma pessoa e apenas uma – você mesmo. Você está competindo para ser o melhor que você pode ser. Vise quebrar seus próprios recordes pessoais.

11-Comece a olhar para o lado positivo nas situações difíceis 

Quando as coisas estão difíceis, e você se sente para baixo, faça algumas respirações profundas e procure o lado positivo – os pequenos sinais de esperança. Lembre-se que você pode e vai ficar mais forte quando esses tempos difíceis passarem. E permaneça consciente de suas bênçãos e vitórias – todas as coisas em sua vida que estão bem. Concentre-se no que você tem, não no que você não tem.

12-Comece a perdoar a si mesmo e aos outros

Todos nós fomos feridos pelas nossas próprias decisões e pelos outros. E enquanto a dor dessas experiências é normal, às vezes perdura por muito tempo. Nós revivemos a dor repetidamente e temos dificuldade em deixá-la ir. O perdão é o remédio. Isso não significa que você está apagando ou esquecendo o que aconteceu no passado. Isso significa que você está deixando de lado o ressentimento e a dor, e está escolhendo aprender com o incidente e seguir em frente com sua vida.

13-Comece a aceitar as coisas quando elas não são perfeitas


Lembre-se, “perfeito” é o inimigo do “bom”. Um dos maiores desafios para as pessoas que querem melhorar a si mesmas e melhorar o mundo é aprender a aceitar as coisas como elas são. Às vezes é melhor aceitar e apreciar o mundo como ele é, e as pessoas como elas são, em vez de tentar fazer com que tudo e todos estejam em conformidade com um ideal impossível. Não, você não deve aceitar uma vida medíocre, mas deve aprender a amar e valorizar as coisas até mesmo quando elas não são perfeitas.

14-Comece a trabalhar na direção dos seus objetivos todos os dias

Lembre-se, a viagem de mil quilômetros começa com um passo. Seja qual for o seu sonho, todo dia dê um passo pequeno, mas coerente, para que seu sonho aconteça. Vá lá e faça alguma coisa! Quanto mais você trabalhar, mais sorte você terá. Enquanto muitos de nós dizemos, em algum momento durante o curso de nossas vidas, que queremos seguir a nossa vocação, poucos são aqueles astutos que realmente trabalham para que isso aconteça. Por “trabalhar por isso”, eu quero dizer se dedicar consistentemente ao resultado final. Leia Os 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes.

15-Comece a se concentrar na possibilidade dos resultados positivos 

A mente tem que acreditar que pode fazer alguma coisa antes que seja realmente capaz de fazê-la. O caminho para superar os pensamentos negativos e as emoções destrutivas é desenvolver emoções positivas que são mais fortes e mais poderosas. Ouça a sua voz interior e substitua pensamentos negativos por positivos. Independentemente de como a situação parece, foque sobre o que você quer que aconteça e, em seguida, dê o próximo passo positivo. Não, você não pode controlar tudo o que acontece com você, mas você pode controlar como você reage às coisas. A vida de todos tem aspectos positivos e negativos. A longo prazo, você ser ou não ser feliz e bem-sucedido depende muito de quais são os aspectos mais focados na sua vida. Leia The How of Happiness.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

5 livros que eu quero ler


1-Eleanor e Pack

Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

2-O vendedor de sonhos 

Um homem desconhecido tenta salvar da morte um suicida. Ninguém sabe sua origem, seu nome sua história. Proclama aos quatro ventos que a sociedades modernas se converteram num hospício Global. Com uma eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos. Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou um louco? Este é uma romance que nos fará rir chorar e pensar muito.

 3-O verão que mudou minha vida.

A vida de Belly é medida em férias de verão. Para ela, todas as coisas boas só acontecem entre os meses de junho e agosto, quando está na casa de praia junto a Susannah, única e melhor amiga de sua mãe e uma espécie de tia, e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad. Mais do que irmãos postiços e companheiros de férias, os filhos de Susannah tornaram-se o centro das suas emoções. A véspera do aniversário de 16 anos de Belly marca também o fim daquele que parece ser o último verão onde estarão todos reunidos em Cousins Beach. A partir do ano seguinte todos estarão ocupados demais e talvez algum deles já nem esteja mais entre nós...

4-Perdão Leonard Peacock

Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

 5-Um grito de amor do centro do mundo.

Sakutarô é ainda um garoto quando conhece Aki na escola em que estuda, numa cidadezinha japonesa. Ela é bela, inteligente e popular, e logo se tornam amigos inseparáveis. Mas, conforme Sakutarô amadurece, ele começa a ver em Aki mais do que apenas uma amiga. Em pouco tempo, sua relação se transforma numa paixão arrebatadora. Os adolescentes trocam juras de amor; prometem nunca mais se separar. Mas uma tragédia fará com que o destino de ambos seja irremediavelmente alterado. Um grito de amor do centro do mundo é um dos romances japoneses mais lidos de todos os tempos. Foi adaptado para o cinema e para uma série de TV, além de ter se tornado um mangá de sucesso no Japão.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

"Tempo e Pessoas"


Autoria:Karina Perussi
Andei pensando sobre “tempo” e “pessoas”.
Duas coisas inevitavelmente passageiras,
e cada qual acrescenta e tira um pouco da gente.
Queria entender o porquê.
Tempo não é palpável, é quase imperceptível, embora passe rápido.
Ele leva seus anos, sua vitalidade, às vezes sua esperança.
Traz indesejáveis rugas, mas também maturidade, experiência.
Traz e leva amigos, amores, familiares: pessoas.

Pessoas a gente toca, sente, ama ou odeia, odeia e ama ao mesmo tempo.
Há pessoas que chegam e acrescentam o que a gente não precisa, uma felicidade exagerada até.
Mas quando se vão levam tudo o que a gente tem, e nada nos resta, nem nós a nós mesmos.
Talvez deixem uma tristezinha, embrulhando um vazio lá no fundo.
Depois de muito tempo, é provável que uma única pessoa possa preencher o vazio deixado pelas outras.
Provável.
 Tempo e Pessoas.
Embora o segundo item seja “palpável”,
ambos são impossíveis de segurar:
o tempo é vento, pessoas são grãos de areia.
Há muito em comum entre eles, bem como o vento leva a areia para longe,
as pessoas se afastam com o tempo, são levadas por ele para caminhos distintos.
Já tentou apertar um pouco de areia com as mãos?
Pouco a pouco os grãos resvalam-se entre os dedos.
E quanto a nós?
Também voamos para outras praias, mas nunca esquecemos de onde viemos
e dos grãos de areia que já estiveram junto a nós, em outros caminhos.
E como você sabe, as dunas sempre mudam com o vento.
Sim, acredito que seja mais ou menos essa a lógica, se houver uma.
Daqui pra frente utilizarei essas metáforas,
principalmente quando precisar entender que pessoas seguem outros rumos
e que o tempo, o tempo é inexorável.

sábado, 22 de novembro de 2014

Foi só, ou foi tudo.


Autoria: Monike L. do blog De Vênus

'Será que três minutos pode durar para sempre?, 
eu me pergunto, mas já sabendo a resposta. 
Provavelmente não, respondo. 
Mas talvez durem tempo suficiente.' ~ Markus Zusak 

Era um daqueles dias, que você esta tão atrasada que pega qualquer roupa que aparecer pela frente. Pra falar a verdade ela nunca se importou muito com essas coisas, só de poder caminhar com seus livros em uma bela tarde azul, já estava bom.
Mas aquele dia ia ser diferente.
Não seria um dia comum.
Ela saiu correndo de casa.
Tinha que pegar seu irmão na escola e já estava 10minutos atrasada.
No caminho, o vento estava forte.
Adorava aquilo, andar com os olhos fechados, sentir a brisa dançando com seus cabelos,
ouvir a própria respiração acompanhando seus passos largos.
Mesmo não tendo tempo para isso, não havia como evitar, aquela sensação era viciante.
Quando estava dobrando a esquina se deu conta que tinha que correr,
seu irmão provavelmente já estava querendo mata-la.
Resolveu abrir os olhos e correr.
Tarde demais.
Um garoto de olhos castanho brilhantes estava andando de skate.
Dobrando a mesma esquina.
Atrasado e com olhos fechados (uma poeira acabará de entrar nos seus olhos, por causa da ventania). Um instante depois, eles e os livros estavam no chão.
Julia por sorte havia caído em cima de Thiago.
Levantou correndo sem nem mesmo olhar para o rapaz, foi apanhar seus livros.
Ele teve a mesma reação.
É fácil imaginar o que aconteceu depois, os dois pegando o mesmo livro.
Olhos nos olhos.
Respirações ofegantes.
E então eles foram pegos por aquela brisa suave, que os vez estremecer.
Aquela ventania foi a protagonista do dia, arrastando a pressa pra longe, trazendo arrepios e sentimentos desconhecidos ate então, proporcionando aquele perfume.
Que perfume!
Não sei dizer muito bem do que era.
Talvez a combinação dos dois.
Mais ou menos 40 segundos com um turbilhão de sentimentos.
 Eles saíram do “transi” e se levantaram.
E então ela disse já começando a andar:
- Desculpe, não tive intensão...
Estou atrasada. - Ela se foi.
Quando estava quase dobrando outra esquina, olhou para traz.
Ele ainda estava lá.
Olhando-a.
 Foi só, ou foi tudo.
 Segundos de levitação e de magia. 
Thiago não queria que aquela fosse a primeira e ultima vez a vê-la.
Mas o que poderia fazer? correr atras de uma desconhecida?
Poderia.
Mas não o fez.
Ele a chamou de moça dos cabelos esvoaçantes, pensou nela por um grande tempo,
um tempo ate grande de mais.
Mas foi só.
Ou foi tudo.
 Pelo menos durante aqueles segundos foi tudo.
E durante aquelas semanas foi quase.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

E ai ele chega...

Faz sete anos que nos conhecemos e ele ainda é o único que me faz rir sem nenhum
esforço,é só ele chegar com aquela cara de bobo,um sorriso que mais parece careta
e pronto,ele ganha o meu dia.
Tudo começou numa roda gigante onde por acaso ficamos sentados juntos,
eu morrendo de medo da altura e ele falando bobagem pra me fazer rir
e esquecer o medo,
E é assim até hoje de tempos em tempos ele aparece com um filme legal,uma
banda que se torna minha favorita,vem com aquele abraço caloroso,
vem como um velho amigo que já me viu nos piores momentos,
mas também vem como alguém que sabe me fazer ver estrelas só com um toque,
Não sei o que somos só sei que não somos somente amigos,mas também nunca
daríamos certo como um casal,vai entender.
Normalmente nos encontramos quando algum relacionamento não dá certo,e
normalmente acontece com os dois ao mesmo tempo,ele diz que somos intoleráveis
e que vivemos a melhor forma de amor, talvez seja,
o que sei é que ninguém me conhece tão bem,e eu não conheço ninguém
tão a fundo quanto ele.
Eu já não quero mais entender o que somos,também não faço planos já aprendi a
não criar muita expectativa com as coisas vou vivendo um dia por vez.
Hoje ele está aqui enrolados com minha manta favorita no meu sofá,contando
sobre a ultima viagem que fez,eu já visitei o mesmo lugar mas o jeito como ele
conta as histórias torna tudo mais incrível e ele adora ouvir minha rotina chata
regada por micos e confusões onde eu querendo ou não sempre me meto,
o que pra ele é motivo de horas de riso,e  que gargalhada gostosa ele tem,
Eu já nem me lembro do fim do meu relacionamento,afinal ele chegou...
Meu amor disfarçado de melhor amigo,meu eterno remédio pra dor.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Definitivo


Autoria:Martha Medeiros
Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas, 
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Sofremos por quê?
Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado
e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas,
por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor
e não conhecemos,
por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, 
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.
Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema,
para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco,
mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando
a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós,
impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana,
que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável,
um tempo feliz.
Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está
no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca,
e que, esquivando-se do sofrimento,perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...